Blogueiro Alexandre
Your are here : arfMedia -> Blog -> Blogueiro Alexandre -> YES - Relayer - análise do álbum

YES - Relayer - análise do álbum

YES - Relayer - resenha do álbum
Resenha: Hoje vou analisar o álbum Relayer da banda YES, que foi lançado em 1974, seguindo a tendência de músicas longas que a banda começou a fazer a partir do álbum Close to the Edge . Da mesma forma, o disco Relayer têm 3 músicas sendo que no lado A do disco a "The Gates of Delirium" é o grande destaque... e leva o lado todo sem fazer que a gente fique cansado de escutar essa música de 22 minutos.  Uma obra muito bem trabalhada com um instrumental de primeira linha. Esse foi um dos motivos que comecei a escutar a banda YES, pois os músicos são de primeira. Nesse disco, aparece a entrada do novo tecladista (Patrick Moraz) depois que o Rick Wakeman deixou a banda. A música The Gates of Delirium segue o mesmo conceito de músicas longas e super bem trabalhadas, iniciando com algo muito leve e chegando ao pico da obra (guerra) com um instrumental bem forte, solos altos, barulhos de objetos quebrando e efeitos muito legais.  Segundo Jon Anderson, essa música pode ser descrita como "uma música sobre guerra, mas sem notificar esse tema... " Ela é bem definida com um prelúdio no início, a luta, a vitória e a paz no final.  O instrumental sempre muito bem adaptado a cada parte faz com que você realmente consiga interpretar a leveza do início, a preparação para uma guerra e o ápice da batalha...  então chegando ao final da guerra ficando mais leve em tom mais relaxante e finalmente a paz, onde então é entoado a última parte da música.  O instrumental fica bem marcado e definido para essas partes e quem estuda ou já estudou música com certeza consegue ver a dificuldade e complexidade de fazer uma obra dessas, com 22 minutos que simplesmente detona tudo ! Altíssima qualidade.  A seção final da música se chama "Soon" e é justamente a paz que a música quer traduzir ao ouvinte. Essa seção "Soon", foi lançada em um single em 1975. Soon é muito lenta e leve... a voz e o instrumental se completam com perfeição fazendo com que essa parte seja um dos grandes destaques dessa faixa inicial. Voz clara e suave, com um instrumental muito leve e bem desenvolvido.  Eu gosto mais da parte em que o instrumental é pesado e forte, mas reconheço a alta qualidade de Soon e entendo porque foi e ainda é um grande sucesso entre os fãs da banda.  Com isso tudo, o disco Relayer é um dos meus preferidos da banda YES, mas por causa da primeira música, The Gates of Delirium.

Já no lado B são duas músicas (cada uma com 9 minutos) que não me agradam muito, mas ao mesmo tempo são curiosas. "Sound Chaser"  têm um bom início e por ser o YES, um instrumental bom e trabalhado, porém eles entram em algo meio repetitivo. Uns toques de Jazz é que deixa essa música interessante mas o "tcha tcha tcha --- tcha tcha .....  tcha tcha tcha --- tcha tcha" não precisava existir. Acho interessante a parte que a música para e fica somente um solo de guitarra do Steve Howe. O teclado faz umas entradas de leve e sai novamente e fica o solo. Essa parte entra em um acompanhamento bem leve e relaxante. Uma parte muito interessante dessa música.   Após a parte chata do "tcha tcha tcha --- tcha tcha .....  tcha tcha tcha --- tcha tcha" uma parte de solo de teclado com um estilo jazz, bem marcado como baixo tenta salvar a música... mas não consegue totalmente. O que vou dizer... eu escuto, acho legal, mas nem se compara com a primeira música. Algo bem diferente, que vale escutar mas não impressiona. O tecladista novo Moraz gravou parte dessa música no dia que estava sendo escutado para entrar na banda.

Ainda no lado B do Relayer, temos a última música "To Be Over" que é uma música lenta discreta, boa de escutar mas não me chama a atenção.  A abertura da música é interessante. Ela fica quase que similar a anterior (Sound Chaser) e parece que as duas se complementam no lado B do disco, mas não se conectam de nenhuma forma com o lado A do LP.

Termino essa resenha concluindo que o album Relayer não é meu preferido, mas que contém minha música preferida do YES que é justamente The Gates of Delirium.

YES - Relayer ( 1974 )
1 - The Gates of Delirium :)
2 - Sound Chaser 
3 - To Be Over  :



YES - Relayer - resenha do álbum
YES - Relayer - resenha do álbum



:



 
  • <- YES - Close to the Edge - Análise do album
     
  • Yes - resenha do primeiro álbum (1969)   ->



  • v.2.0 -11

    Outros posts interessantes:

      > Ingressos UFC 187 Las Vegas - Chris Weidman x Vitor Belfort e Jones x Johnson

      > Fotos da Avenida Paulista

      > Melina volta ao Brasil - depressão sem fim

      > Super Bowl 2013 foi um sucesso

      > Meio de transporte - corrida ou bicicleta



    Serviço de otimização / marketing de sites

    Contato

    Blogs: Blog de Moda  *   Dicas de Viagem   *  Alugar avião privado  *   Blog do Alexandre  *   Blog do Luxo  *   Alex   *   Punta del Este   *   Sushi Delivery São Paulo   *