Blogueiro Alexandre
Your are here : arfMedia -> Blog -> Blogueiro Alexandre -> YES - análise do álbum DRAMA

YES - análise do álbum DRAMA

YES - análise do álbum DRAMA
Deixei por último, o primeiro álbum do YES que escutei. Aqui começou minha experiência fora do Metal em escutar essa banda. Escolhi o álbum DRAMA por que lembrei que muitos anos atras um amigo tinha comentado sobre esse disco. Aliás, não tenho certeza se era esse, mas ao ver a discografia do YES para escolher um álbum para escutar decidi pegar justamente esse, DRAMA. Depois descobri que esse disco foi justamente o que o vocalista Jon Anderson não estava... e no lugar dele era o Trevor Horn da dúpla The Buggles... aqueles que gravaram "Video Killed the Radio Star".
Como não conheço bem a banda YES fui descobrir isso muito depois de ter escutado uns 5 discos deles, e porque eu li... caso contrário iria estar achando até agora que era o Jon Anderson. Depois comecei a ler que os fãs acharam esse álbum o pior que o YES fez, só porque o Jon não era o vocalista. (Mesma coisa eu, que deixei de comprar os discos do Iron Maiden na época que o Adrian Smith saiu da banda, e entrou o Janick).
Na minha análise não de fã, mas de curioso conhecendo essa banda, eu achei o melhor disco que escutei deles ! Praticamente todas as músicas eu gostei, e fiz esse julgamento depois de ter me acostumado com o som deles, e ter escutado o disco DRAMA por umas 10 vezes. Fui aos poucos lembrando das músicas desse álbum e conhecendo os detalhes que marcam a banda. Tudo isso sem saber sobre o detalhe de Travor estar no lugar de Jon como vocalista. Depois desse álbum, escutei o Relayer , o Close to the Edge  e por último o YES (primeiro álbum). Agora estou aprendendo mais a escutar o Tales from Topographic Oceans e quem sabe posto minha análise aqui daqui umas semanas...

Bom, a primeira música Machine Messiah já começa com os dois pés na porta. A introdução dessa música e muito perfeita, pesada, e bem elaborada até que acalma e entra o vocal acompanhado com o teclado. O compasso dessa música fica muito bom... realmente uma das minhas preferidas dessa banda e cara... o Travor está muito bem nos vocais hein. A parte musical dispensa comentários pois o instrumental da banda YES sempre é perfeito, cheio de detalhes e muito bem trabalhado. Os solos de teclado e guitarra são muito bons. A parte que o baixo acompanha o teclado no solo achei demais ! Eu realmente goste demais dessa música.

A próxima é a White Car que é uma música muito curtinha. Eu achava que era uma introdução para a Does It Really Happen? pois o intervalos é curtinho demais e parece uma pausa. Mas na verdade a White Car é incrível... aquele inicio meio orquestrado, e o vocal leve com o teclado acompanhando. A melodia dela é muito boa. Eu gostei dessa música de 1 minuto !!!

Segue a letra da White Car:
I see a man in a white car
Move like a ghost on the skyline
Take all your dreams
And you throw them away
Man in a white car

Porque somente o Pink Floyd pode viajar com Pigs on the Wing e etc ??  :)

O baixo começa com presença na terceira música , Does It Really Happen? . Essa também é uma das minhas preferidas, mas demorei para entender a música. Principalmente aquele rítmo de guitarra com um efeito discreto de reverb que volta sempre no refrão. Gostei da base da guitarra, que sobe e desce. Quando a música parece ter terminado, ela volta com um solo de baixo arrasador. Cacete... muito boa sacada fazer isso e é uma das melhores partes da música que vai baixando o volume até terminar.

Into the Lens é algo bem diferente...  é uma camera fotográfica "cantando" falando que as lembranças são sempre bem guardadas com ela e nunca serão esquecidas. Muito interessante....  a música em sí é bem boa. A letra você entende e aceita ou não...  O instrumental como sempre bem trabalhado com arranjos e varia muito.  A parte que mais gosto é quando volta de um pequeno solo de baixo... "Taken, taken, so easily.... " que a guitarra fica bem marcada e o instrumental todo mais forte.

Run Through the Light é uma música que não gostei muito. O que me agrada é o baixo que se destaca muito. No final quando tem um solo de guitarra junto com os efeitos de teclado a coisa começa a ficar intreressante, o baixo entra com destaque em algumas partes, mas infelizmente é tarde...  a música termina.

Para encerrar o disco DRAMA, a música Tempus Fugit começa mais agitada com uma boa melodia e a guitarra de destacando do inicio ao fim. Bom solo inicial, boa base da guitarra e a música mostra uma melodia bem atrativa. Sempre mais agitada e a guitarra no comando (obrigado Steve Howe). Gostei da música.. não tanto como as 4 primeiras, mas gostei !

Na minha opinião é um dos melhores discos do YES, senão o melhor. Ele agrada tanto fãs da banda quanto quem não conhece e até mesmo que não gosta da banda YES. Indico a você escutar esse álbum, mas faça da mesma forma que eu fiz. Escute várias vezes, uma vez por dia para ir conhecendo e entendendo melhor esse estilo.

YES - DRAMA

Músicas:
1 - Machine Messiah :)
2 - White Car :)
3 - Does It Really Happen? :)
4 - Into the Lens :)
5 - Run Through the Light  :(
6 - Tempus Fugit :)


YES - análise do álbum DRAMA



 
  • <- Yes - resenha do primeiro álbum (1969)
     
  • AC/DC - Powerage - análise do álbum   ->



  • v.2.0 -11

    Outros posts interessantes:

      > Super Bowl 2013 foi um sucesso

      > Ingressos UFC 168 - A revanche Anderson Silva X Chris Weidman

      > Correios - atraso absurdo !

      > Análise do desaparecimendo do vôo MH370 da Malaysia Airlines

      > Shows em Las Vegas



    Serviço de otimização / marketing de sites

    Contato

    Blogs: Blog de Moda  *   Dicas de Viagem   *  Alugar avião privado  *   Blog do Alexandre  *   Blog do Luxo  *   Alex   *   Punta del Este   *   Sushi Delivery São Paulo   *